IMPLANTES DENTÁRIOS

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal, geralmente de titânio, posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles 

A AUSÊNCIA DE DENTES PREJUDICA A MINHA SAÚDE? 
Sim, quando a mandíbula não está bem posicionada, apenas uma parte da musculatura é utilizada durante a mastigação. Sem o uso, os músculos perdem o tônus e se tornam precocemente flácidos, comprometendo a estética e a saúde. O músculo facial mais frouxo diminui a distância entre a base do nariz e a ponta do queixo, acentuando os sulcos ao redor da boca. Com a falta dos dentes, os músculos do rosto tornam-se ainda mais flácidos, fazendo com que a pele perca sustentação e fique acumulada na região do pescoço. O implante dentário em conjunto com a reabilitação oral atenua o problema e a pessoa fica com a aparência rejuvenescida. 

PODE HAVER ALGUMA CONTRA INDICAÇÃO PARA O IMPLANTE DENTÁRIO?
Existem alguns fatores são adversos: como qualidade óssea, má higiene bucal,osteoporose, dificuldades de anatomia, pacientes que se submetem a radioterapia, diabéticos, pacientes portadores de marcapasso ou HIV positivo. Existem algumas contra indicações absolutas, mas geralmente são de ordem sistêmica e devem ser avaliadas caso a caso. 

A IDADE PODE LIMITAR O TRATAMENTO DE IMPLANTE? 
Não*. O implante pode ser realizado, tanto em pacientes jovens como idosos. O Importante em todo trabalho realizado com implantes odontológicos é o seu planejamento cirúrgico e protético. Este por sua vez, é realizado com exames complementares como: Tomografias Computadorizadas, Hemogramas, Radiografias, Densitometria Óssea, Glicemias, TS e TC e outros. A maioria dos pacientes que necessitam de implantes, podem realizá-los nos dias de hoje, com maior facilidade, tanto pelas técnicas aplicadas, como pelo seu custo cada vez mais acessível.* Pacientes jovens em fase de crescimento ósseo, devem ser analisados com bastante consistência, pois a colocação do implante, pode ter conseqüências no crescimento facial (pontes fixas) assim como comprometimento estético. 

O IMPLANTE DENTÁRIO É COMPLICADO? 
Não. Graças as grandes evoluções de técnicas, a fase cirúrgica hoje, é bem simples e atraumática, realizada no consultório sob anestesia local, com ou sem sedação. Após o período pós-operatório de mais ou menos 3 meses para a mandíbula (maxilar inferior) e de 4 meses para a maxila (maxilar superior), poderá então, ser instalada a prótese sobre o implante, que trará muitos benefícios, melhorando a parte funcional e estética do paciente. 

DEVE-SE MANTER OU EXTRAIR O DENTE PARA INSTALAÇÃO DE UM IMPLANTE? 
É necessário analisar cada caso para tomar as medidas necessárias de acordo com as condições de cada dente. Deve-se avaliar tamanho da raiz remanescente, posicionamento do dente no arco, possui ou não função mastigatória , presença de doença periodontal, entre outros fatores. 

TÉCNICA DE CIRURGIA GUIADA 
A Cirurgia sem corte é o nome popular da técnica conhecida como cirurgia guiada.Não tendo necessidade de grandes aberturas e consequentemente pontos. A técnica é bastante seletiva, ou seja, os casos devem ser muito bem selecionados, não havendo necessidade de enxerto ósseo, nem gengival.Com um pós operatório muito melhor do que a técnica convencional (menor edema, menos dores locais e cicatrização mais rápida), a cirurgia sem corte é uma importante ferramenta nas técnicas de implante.

Fale conosco e agende sua consulta agora mesmo!

(27) 3349-9697 / 99979-4156
Rua Castelo Branco, n° 766, Praia da Costa, Vila Velha - ES, CEP: 29101-480

Todos os direitos reservados a Marcos Boasquevisque Odontologia | 2016

EPAO CRO/ES 794. Responsável Técnico: Dr. Marcos Valério Ribeiro Boasquevisque CRO/ES 2418